Buscar
  • PIBSANTAMARIA

CUIDE DOS SEUS "PEQUENOS IRMÃOS"

É comum o cristãos se cumprimentarem chamando uns aos outros de irmão ou irmã. Uma forma bonita de tratamento, mas que também deve ser entendida como um compromisso, uma afirmação de conduta, mais que um tratamento formal. Podemos nos considerar irmãos porque há uma paternidade em comum. Temos o mesmo pai (Ml 2.10), por isso somos, por adoção, irmãos entre nós e de Jesus. A família de Jesus é grande. Ele mesmo ampliou a relação de fraternidade, não a restringindo aos limites de sangue e de religiosidade.

Nos versos 35-36, estavam excluídos e necessitados como seus pequenos irmãos: o faminto, o sedento, o refugiado estrangeiro, o sem roupa, o doente, o presidiário. Somos constrangidos pela filiação divina e pela fraternidade cristã a cuidar dos “pequenos irmãos” de Jesus. Quando estivermos fazendo isso, estaremos cuidando do próprio Jesus. Estaremos cuidando da família de Deus.

Em Jesus, somos chamados a ampliar o conceito de família. São também irmãos e irmãs aqueles que necessitam ser incluídos. Lembremo-nos também de que, com nossas ações acolhedoras, podemos participar do cumprimento da promessa do Salmo 68: 6a: “Deus faz que o solitário viva em família”. Somos a Família de Cristo e temos como um dever prazeroso, fazer com que as pessoas sintam-se em família.

Deus abençoe!




10 visualizações

© Copyright 2016 - PIB em Santa Maria